Veja os melhores aplicativos para android: Vencedores da Google Play Wards 2019 são anunciados

Nesta terça-feira, dia 7 de maio, a Google anunciou quais foram os vencedores do Google Play Awards. A competição visa escolher os melhores aplicativos da loja oficial para dispositivos Android da empresa, a Google Play Store.

O Google Play Awards acontece anualmente e traz a opinião da equipe da própria Google. Diversos setores de trabalho votam nos seus aplicativos favoritos, divididos em várias categorias. Para avaliar, são considerados fatores como experiência do usuário, inovação, design e acessibilidade.

As novidades do Google Play Awards 2019 são três novas categorias: Aplicativo mais inovador, jogo mais bonito e melhor experiência de sala de TV, este, sendo exclusivo para aplicativos que possuem conectividade com Chromecast ou Smart Tvs.

Entre os vencedores, temos aplicativos como o Envision, que oferece mais independência ás pessoas com deficiência visual. Ele processa imagens e textos reproduzindo-os em aúdio de forma precisa e rápida e foi premiado na categoria acessibilidade.

Outro premiado, este da categoria bem-estar, é o Woebot, que busca ajudar os usuários a lidar com a depressão, ansiedade e outras doenças psicológicas.

Na categoria impacto social, o premiado foi o Wisdo. Com ele é possível compartilhar ou ler histórias de vida que são sub-divididas em grupos específicos, como maternidade, ansiedade, depressão, LGBT e outros.

Os games também marcaram presença no Google Play Awards 2019. Entre os jogos vencedores temos o Shadowgun Legends, que recebeu o prêmio de jogo com gráfico mais bonito.

Também há o Marvel Strike Force, que traz as aventuras do Universo Marvel para a tela do seu celular e ganhou no quesito jogo mais inovadores.

Confira a lista completa dos vencedores:

  • Melhor app de bem-estar: Woebot: Your Self-Care Expert
  • Melhor experiência de acessibilidade: Envision Al
  • Melhor impacto social: Wisdo
  • Jogo mais bonito: Shadowgun Legends
  • Melhor experiência em sala de TV: Neverthink: Handpicker Vídeos
  • Mais inventivo: Tick Tock: A Tale for Two
  • Melhor experiência em mercados emergentes: Editor Gráfico Canva: logo, convite, fotos criador
  • Aplicativo mais inovador Slowly
  • Jogo mais inovador: Marvel Strike Force

Xiaomi Mi Notebook Air ganha nova geração com “perfil Apple”

A Mi Notebook Air é uma linha de notebooks da Xiaomi que possuem um perfil de design e processamento bem parecidos com os MacBooks Air, da Apple. Com a mais nova geração que foi lançada recentemente, a gigante chinesa promete balançar o mercado dos ‘Airs’ com qualidade e preço baixo.

O processamento do Mi Notebook Air conta com um Core M3, 4GB de memória RAM e 256GB de armazenamento SSD. Para quem for um pouco mais exigente, ainda existe uma versão mais poderosa, com processador Core i5 e os mesmos valores de RAM e SSD.

O design é um dos pontos altos desse notebook. Na sua construção foi utilizado alumínio em toda a carcaça, metal leve que fazem o Mi Air pesar apenas 1,07kg. Ele também é muito fino, com 12,9 milímetros de espessura.

Com tecnologia Full HD de 12,5 polegadas, o display é totalmente revestido com vidro e safira, dando um poder de durabilidade e alta resistência contra riscos para a tela.

O dispositivo ainda conta com bateria fast charger, que pode ser recarregada até 50% em apenas 35 minutos na tomada.

O Mi Notebook Air começou a ser vendido na China no final do mês passado, e está saindo pelo valor de 3.599 yuans, 2.074 reais em conversão direta.

Para a versão mais avançada, com processador i5, a Xiaomi está pedindo um pouco mais, 4.299 yuans ou 2.477 reais em conversão direta.

Vale lembrar que o valor em reais não considera os impostos de importação, necessários para quem quiser comprar o produto aqui no Brasil.

Como a Xiaomi não atua no mercado brasileiro, a chance do produto ser lançado de forma oficial aqui no Brasil é muito baixa, quase nula.


Instagram anuncia que vai remover contagem de likes em fotos e videos

Após diversos rumores que rodaram a internet nesta útima semana o Instagram anunciou oficialmente que vai adotar a política de remoção da contagem de likes em fotos e vídeos.

O Instagram disse que quer conectar as pessoas através de seus conteúdos, não de números. A contagem de likes só estará disponível para o dono da publicação.

Ainda em anuncio oficial, o aplicativo disse que estuda extinguir a contagem de likes por completo no futuro.

A interface, segundo a própria empresa, deve ficar assim:

Por enquanto, as mudanças estão em vigor apenas na América do Norte,
com poucos usuários tendo acesso á elas, porém, a empresa parece estar
decidida em aplicar a atualização globalmente no futuro.

Outras duas novas funcionalidades que o Instagram implementou na mesma atualização na América do Norte são: um sticker que permite doanções para instituições de caridade através dos Stories, e o Creative Mode, uma nova plataforma totalmente nova de personalização dos Stories.

YouTube atinge marco importante e oferecerá séries de graça

O Youtube é o site de streaming mais famoso do mundo. Nesta quinta-feira, dia 2 de maio, o Youtube superou a marca de 2 bilhões de usuários conectados mensalmente.

Durante o evento Brandcast, conferência para anunciantes de séries originais, a CEO do Youtube Susan Wojcicki divulgou as informações de que, após atingir grandes metas, o Youtube irá transmitir publicamente algumas séries que eram apenas para assinantes.

“Enquanto todas as outras empresas de mídia estão correndo para colocar seu conteúdo atrás do paywall, estamos indo na direção oposta, disponibilizando nosso conteúdo original gratuiamente” Disse Robert Kyncl, diretor de negócios do YouTube.

Kyncl ainda afirmou que ainda prevê anúncios junto ás séries, que não ocorrerá para os assinantes do YouTube Premium.

O crescimento deve ser a principal motivação para a trasmissão de séries de graça. Um ano atrás, em maio do ano passado, o fluxo mensal era cerca de 1,8 bilhão de usuários, e em um ano, o site atingiu o marco de 2 bilhões, atingindo assim, um número muito maior de potencial audiência para seus anúncios.

Segundo especialistas, as Smart TVs são as principais aliadas do YouTube no aumento de seus números. Com o aumento da facilidade, e, o fato da plataforma ser o único serviço de streaming grátis em ascensão no mercado.

A primeira produção deverá ser disponibilizada para todos os usuários da plataforma é Cobra Kai, uma série baseada em The Karate Kid que registrou bons números e já tem até uma terceira temporada confirmada.

A primeira temporada de Cobra Kai estará no ar a partir do dia 29 de agosto. A segunda temporada deverá ser liberada em seguida.

Uma nova temporade do show humorístico What The Fit, estrelado pelo comediante Kevin Hart, também estará disponível em breve na plataforma.

O YouTube Premium deve continuar com conteúdos exclusivos e ainda sem a presença de anúncios.



Após campanha de 1 milhão de likes a Razer Toaster se tornará realidade

O eletrodoméstico com pegada gamer teve sua primeira aparição em uma brincadeira de 1ª de abril da Razer em 2013.

Após o apoio dos fãs, a página “Give us the Razer Toaster” foi criada e atingiu milhares de seguidores. Em resposta á grande repercussão Min-Liang Tan, CEO da Razer, disse que a empresa criaria a torradeira se a página batesse a meta de 1 milhão de likes.

Com inúmeros produtos como teclados, mouses, e headphones, a Razer é uma das principais marcas quando o assunto é hardware gamer.

Os produtos como teclados, mouses e headphones são destinados tanto para o público casual tanto para profissionais na área de video games.

O design dos seus produtos são bem agressivos, com LEDs e sempre acompanhados de uma grande estampa da logo da marca, que também se tornou ostentação no segmento.

O projeto de torradeira, mesmo sendo uma brincadeira, não foge desses aspectos: a torradeira apresentada pela marca é totalmente preta com LEDs em verde e com o próprio calor estampa a logo da marca nas torradas.

Após a meta de um milhão de likes se tornar realidade, Tan voltou a se pronunciar sobre a Razer Toaster: “Tudo bem, eu não achei que esses caras iriam conseguir, mas eles conseguiram! Vou reunir minha equipe de designer e engenheiros. Isso vai levar alguns anos, mas vou me certificar de compartilhar o progresso e tornar um caso da comunidade Razer”.



Samsung lança patente de celular com tela frente e verso

Após o lançamento de patente bizarro da Xiaomi que apresenta um notch para fora do celular, foi a vez da Samsung patentear um projeto para lá de estranho: um smartphone que tem uma tela, mas que envolve ambos os lados do aparelho.

A tecnologia é semelhante aos dispositivos que possuem tela curvada, porém, este estende a curvatura por completo até o outro lado do aparelho.

Atualmente no mercado temos o exemplo do Vivo NEX Dual Display, único aparelho que traz dois displays, um na frente e outro atrás.

A diferença entre eles é que o projeto da Samsung traz apenas um display, que se estende pela parte de cima até a traseira do celular.

Uma utilização apresentada pela Samsung para a parte curva da tela é a visualizações de notificações, como é feito pela gigante coreana desde o lançamento do Galaxy Note Edge, em 2014.

Por outro lado, uma semelhança que parece muito vantajosa é a presença de apenas lentes traseiras, excluindo a divergencia que temos na qualidade entre as câmeras, onde até nos dispositivos mais avançados a câmera frontal é diversas vezes inferior.

Quando o usuário desejar tirar uma selfie, ele apenas vira o celular e se vê na parte traseira da tela, sem precisar alterar câmeras.

Sempre vale lembrar que uma patente é apenas uma ideia projetada para ser registrada, evitando a copia por outra empresa. Não há previsão de lançamento nem mesmo confirmação de que a ideia da Samsung sairá do papel.


Amazon libera versão de testes da Alexa em português

A Amazon liberou a sua assistente social Alexa para alguns usuários do Echo que se inscreveram na versão de testes em português brasileiro. No começo da semana retrasada, dia 19 de abril, os usuários selecionados receberam o update.

O Echo é a caixa de som bluetooth da Amazon. Além da função tradicional das caixas de som, que é ouvir música, o speaker da Amazon vem com a função assistente social.

O serviço de assistente social da Amazon é a Alexa. Você pode “conversar” com ela e realizar inúmeras tarefas a partir do microfone que já vem acoplado na Echo.

Inicialmente lançado apenas em inglês, a Amazon está lançando gradativamente a versão em outros idiomas. Neste mês, a versão de testes em português brasileiro foi disponibilizada apenas para alguns usários.

A opinião de quem recebeu o update foi positiva. A Alexa está quase 100% traduzida para português, apenas deixando alguns temos par trás, como “games” e “latest arrivals”. Essas traduções esquecidas são exceções mas com certeza serão corrigidas nas próximas versões.

Serviços como informar a previsão do tempo, adicionar e receber lembretes de compromissos na agenda e criar alarmes já estão disponíveis perfeitamente. Basta pedir á Alexa.

Vale ressaltar que é possível decidir quais ferramentas serão utilizadas por padrão, seja da Google, Microsoft ou Apple.

As músicas armazenadas no seu celular podem ser solicitadas sem problemas, porém, ela ainda não consegue abrir músicas no Spotify.

A infinidade de tarefas que a Alexa pode fazer ainda inlcui realizar compras online, fazer ligações e enviar e-mails. Elas estão chegando progressivamente na versão brasileira.

A Amazon deixa o usuário ciente: “A Alexa oferecerá um conjunto limitado de recursos, mas novas funcionalidades serão incluídas ao longo do período de testes. Pedrimos qu e tenha paciencia. Quanto mais você interage com a Alexa, mais inteligente ela fica”.

A Amazon não informou a data de lançamento oficial do serviço no Brasil.



Conheça a nova linha Galaxy M da Samsung

A nova linha Galaxy M da Samsung foi divulgada em um evento da marca na cidade de São Paulo, que aconteceu na semana passada, dia 24 de abril.

O grande foco da gigante coreana nesta linha é o custo-benefício. Os smartphones M garantem aos usuários comuns 100% de satisfação.

As especificações técnicas não são as mais avançadas do mercado, porém, são as ideais para quem procura um celular bonito, com fluidez na navegação, capacidade de tirar boas fotos, tela grande e com qualidade HD+ e grande autonomia de bateria. Tudo isso dentro de uma faixa de preço justa.

Serão três novos dispositivos: O Galaxy M10, o M20 e o M30.

Galaxy M10: R$899

O mais barato da linha mas que ainda assim deve ser muito respeitado é o Galaxy M10. Ele traz uma grande tela de 6,2 polegadas com display Ful HD+.

Suas câmeras são três: dupla lente de 13MP e 5MP na traseira e uma frontal de 5MP. Para fotos pessoais pode ter certeza que elas não vão decepcionar.

A memória também é muito justa e traz uma boa fluidez: 3GB de RAM e 32GB de armazenamento interno.

A bateria é de 3.400mAh e dura em média um dia inteiro de uso moderado.

Galaxy M20: R$1.199

O irmão do meio é o M20. As principais evoluções são a presença de um leitor de impressão digital e a de uma super bateria.

A tela é minimamente maior que a do M10, com 6,3 polegadas e a mesma tecnologia Full HD+.

As câmeras traseiras também são iguais, a frontal é superior, com 8MP.

A bateria é o diferencial deste aparelho para outros. Ela possui 5.000 mAh, recurso de carregamento rápido e, segundo a própria Samsung, aguenta incríveis 28 horas de vídeo.

Temos uma considerável melhora no processamento e no armazenamento interno, que são 4GB e 64GB, respectivamente.

Galaxy M30: R$1.499

O M30 é a estrela do lançamento. Ele também possui impressão digital, a super bateria e uma diferença bem grande nas suas câmeras, que já ganham um perfil mais profissional.

A tela é de 6,4 polegadas com display Full HD+.

A câmera traseira é tripla, com 13MP (principal), 5MP (profundidade) e 5MP (angular). A frontal também foi turbinada, e conta com 16MP.

A bateria é a mesma do M20, porém, como o M30 é mais avançado e consequentemente consome mais energia ela deve durar um pouco menos.

Ele também traz bons 4GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno.

A pré-venda dos novos modelos da linha Galaxy M vai durar 24h, e terá início ao meio-dia de 9 de maio. A venda oficial vai acontecer a partir do dia 16 de maio.









Uber se prepara para entrar na bolsa de valores

Algumas semanas atrás a Uber demonstrou interesse na campanha de venda de ações e consequentemente inserção na bolsa de valores de Nova York. Nesta sexta-feira, 26 de abril, a companhia divulgou os termos da sua oferta inicial de mercado, concretizando a entrada na bolsa de valores.

Segundo a IPO (sigla americana que significa termos de oferta inicial) da Uber a empresa espera arrecadar cerca de 10 bilhões de dólares com a venda de papéis na bolsa de valores.

Para este arrecadamento, a Uber espera vender 200 milhões de ações ordinárias, cada uma custando entre 44 e 50 dólares.

Outro dado contido na IPO é o valor de mercado previsto. A companhia espera ficar dentro da faixa de 80-90 bilhões de dólares. Os especialistas preveem a marca valendo 84 bilhões de dólares, o que coloca a Uber dentro dos parâmetros esperados pela mesma.

A entrada na bolsa de valores da Uber estava prevista apenas para o segundo trimestre de 2019, porém, o recente investimento de 500 milhões de dólares do PayPal na própria Uber pode alavancar o potencial de investimento popular.

Um fator que pode complicar a entrada da companhia em Nova York é seu prejuízo estimado de 1 bilhão de dólares no primeiro trimestre deste ano. Outro, são as recentes paralisações que ocorreram em San Francisco e Chicago, referente á reclamação de seus motoristas por uma melhor remuneração.

Linha mobile Redmi 7 da Xiaomi tem seu lançamento confirmado no Brasil

A empresa DL Eletrônicos é uma das parceiras da Xiaomi no Brasil e responsável pela distribuição e homologação de alguns dos smartphones chineses na Anatel.

Segundo a DL, os dispositivos Redmi 7 e Redmi Note 7 estarão disponíveis para a compra em território nacional a partir de maio deste ano, apenas esperando o veredito da Anatel em relação á homologação dos aparelhos.

Os aparelhos já podem ser encontrados em algumas lojas, porém, de forma ilegal, visto que qualquer smartphone vendido em território nacional precisa da permissão da Anatel para ser comercializado.

A linha Redmi vem como secundária da linha Mi, que possui os celulares mais potentes, como o Mi 9, último lançamento mobile da Xiaomi que ainda não tem previsão de chegada ao Brasil.

Apesar de serem secundários aos Mi’s, os Redmi’s estão longe de serem considerados básicos.

O Redmi 7 possui tela de 6,26 polegadas com qualidade Full HD+, processador Snapdragon 632 e RAM de 2, 3 ou 4GB. Assim como o número da memória RAM o armazenamento interno também variam: 16GB, 32GB e 64GB são as escolhas disponíveis.

Para usuários mais exigentes a Xiaomi disponibilizou a versão Note, que conta com tela de 6,3 polegadas Full HD+, processador Snapdragon 660 e memória RAM de 3GB, 4GB ou 6GB. O armazenamento interno, assim como o do Redmi 7, varia de 16GB, 32GB ou 64GB.

O preço que os dois aparelhos estarão custando aqui no Brasil não foi divulgado.